Momentos económicos… e não só

hoje é dia de artigo no dinheirovivo.pt,

3 comentários

e deu-me para ser um pouco mais “estranho”, pois na semana passada houve diversas interpretações do que disse o secretário de estado Leal da Costa, sobre a importância da prevenção para a sustentabilidade do Serviço Nacional de Saúde. O maior interesse da prevenção é para a própria pessoa, e a importância desta observação é mais na própria relação que deve existir entre o cidadão e o Serviço Nacional de Saúde do que  propriamente no poupar do orçamento do próximo ano. Desenvolvo o tema aqui.

Anúncios

Autor: Pedro Pita Barros

Professor de Economia da Universidade Nova de Lisboa

3 thoughts on “hoje é dia de artigo no dinheirovivo.pt,

  1. Perdão professor, muitas opiniões e algumas bem inflamadas!

    Quanto à prevenção primária, existem múltiplas variáveis que influenciam esta equação, sendo que as maiores na minha opinião são: a educação para a Saúde aplicada a nível individual e a livre decisão de cada um de nós na tomada das nossas escolhas e a relação médico doente.

    Esta última é dependente da “arte” do Médico de ser enfático, adequando a sua linguagem e da confiança que se vai estabelecendo ao longo de anos, repito, anos. A educação para a Saúde num país como o nosso implica um investimento e uma criatividade muito grande que não me parece que seja prioritário para o governo mas poderia ser uma “área de projeto” em termos de laboratório de ideias a implementar como projeto piloto para as universidades e para as escolas secundárias, por exemplo.

    Por mais que os agentes da Saúde pretendam que o cidadão tenha mais empoderamento na decisão do seguimento e tratamento, o próprio cidadão muitas vezes ou deixa a sua fatia de decisão para os prestadores de saúde por medo de tomar uma decisão ou de arcar com a responsabilidade da mesma.

    Além do mais, o cidadão continua a pensar e continuará a médio prazo a pensar que os cuidados que recebe são um sistema de “compra de algo”, um verdadeiro supermercado de medicamentos e meios complementares de diagnóstico (os malfadados check ups) tal como referiu no seu artigo e não um verdadeiro contrato com direitos e obrigações.

    Creio que a sociedade civil tem que atuar em conjunto com o poder político ao nível do conceito de prevenção primordial.

    Creio ser aqui que se poderá investir menos dinheiro e ter um maior retorno. Legislação relativa ao teor de sal na composição de determinados alimentos, legislação sobre tabaco, ou tantas outras ideias que podem ser pensadas a nível local, comunitário ou nacional e implementadas localmente e posteriormente a nível nacional, se forem reprodutíveis.

    Eu, por exemplo, irei propôr no próximo orçamento participativo de Lisboa uma proposta para se realizarem de forma regular aulas de atividade física, diversificadas, adaptadas à idade dos participantes e às suas comorbilidades, ministradas nos jardins públicos ou espaços abertos públicos, feitas por alunos finalistas dos cursos de motricidade humana, sendo que tal atividade funcionaria como estágio curricular no plano de estudos.

    Esta é apenas uma ideia e como eu, milhares de cidadãos têm tantas outras ideias, que custam pouco ou quase nada mas que podem ter um impacto muito grande se posteriormente se analisar a atividade desenvolvida.

    Agora ir simplesmente a uma rádio e dizer de viva voz, fumem menos, vão menos ao médico, percam peso e comam menos queijo da serra, é o mesmo que eu dize,r isso a um homem com 55 anos “bom vivant” durante 3 minutos a correr numa consulta de MGF porque tenho mais 18 doentes para ver ainda nas próximas 4 horas.

    É uma forma inconsequente de “gastar latim”, que se torna ainda mais incompreensível vinda de alguém com formação médica.

    Gostar

  2. 🙂 boa ideia a sua para a acção dos estudantes de motricidade humana, e para quem for mais tímido ou quiser algo personalizado, podem pensar em estágios tipo personal trainer com pagamento (por exemplo de parte da propina do estudante), é só pensar um pouco e a sua ideia pode ter bastante alcance em diversas direcções.

    Gostar

Deixe um momento económico para discussão...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s