Momentos económicos… e não só

Guião da reforma do Estado (21)

Deixe um comentário

A cultura é tratada na secção 3.10, neste campo nada mais me oferece comentar que as perguntas tradicionais: onde é que está a motivação para intervenção pública? Que alternativas existem? É uma visão de cultura como bem público (no sentido económico do termos de cada um dele poder beneficiar sem com isso retirar possibilidade dos outros também possam beneficiar), que deixado à iniciativa privada terá subprovisão? Pretende-se que haja capacidade de tornar esse conhecimento de cultura numa actividade económica? As expressões genéricas usadas não permitem retirar grande informação sobre o que se pretende realmente (ou então é a minha falha em entender o jargão da área).

Anúncios

Autor: Pedro Pita Barros

Professor de Economia da Universidade Nova de Lisboa

Deixe um momento económico para discussão...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s