Momentos económicos… e não só

Sábado. Expresso. Modelo de negócio.

1 Comentário

Sábado. Fim de semana na Madeira para reunião de trabalho. Desejo de comprar um famoso semanário português. Procura de um ponto de venda. Ponto de venda encontrado dentro de um centro comercial. Como esperado, jornal só chega depois de almoço (pareceu-me natural). Pedido de reserva de exemplar, como faço frequentemente noutros locais. Não é possível. Dá para perceber, nunca se sabe se o “turista do continente” regressa para pagar. Proponho pagar adiantado, retirando todo o risco do negócio e se não aparecer até certa hora poderá vender novamente. Diz a vendedora que não tem autorização para aceitar. Peço para ligar a quem tenha a autoridade de poder aceitar. Não pode telefonar porque a patroa zanga-se. Como eu, quatro outras pessoas, também “turistas do continente”. Ok, pode ser uma venda pequena e não lhe fazer diferença. Mas não deixou de contrastar com o que tenho encontrado noutros locais. E não sei se toda a atitude de não querer vender é bom sinal para o modelo de negócio.

IMG_2320

Autor: Pedro Pita Barros

Professor de Economia da Universidade Nova de Lisboa

One thought on “Sábado. Expresso. Modelo de negócio.

  1. comentário recebido via google+:
    E o online?😉

    Resposta: Ainda gosto de ler em papel, tem outra tradição😀

    Gostar

Deixe um momento económico para discussão...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s