Momentos económicos… e não só

Acesso e contacto com o SNS

4 comentários

Entre as várias decisões que têm vindo a ser tomadas pelo Ministério da Saúde, expressas em diplomas legais, a preocupação com o acesso aos cuidados de saúde tem sido evidente. E uma dessas decisões consistiu em dar prioridade (dentro do mesmo nível de gravidade da situação) no  atendimento nos serviços de urgência aos doentes que sejam reencaminhados de outro ponto de entrada – cuidados de saúde primários ou linha de atendimento saúde24. Também foi eliminada, em Novembro de 2015, a diferença de valor da taxa moderadora consoante o horário de atendimento nos cuidados de saúde primários.

Estas decisões correspondem a um (bom) uso dos elementos preço (taxa moderadora) e tempo para levar o cidadão que se sinta doente a uma melhor utilização do Serviço Nacional de Saúde, para ele e para o próprio SNS. Em particular, será importante uma maior utilização da Linha Saúde24, como forma de melhor organizar o próprio contacto do doente com o SNS, uma vez que nos vários inquéritos realizados sobre o comportamento dos cidadãos quando se sentem doentes a linha Saúde24 raramente aparece como uma primeira opção. Já o recurso aos cuidados de saúde primários cresceu de 2013 para 2015.

A redução dos casos pouco urgentes e susceptíveis de serem resolvidos sem recurso a serviços de urgência será o efeito esperado destas diversas medidas, traduzindo-se num melhor acesso das situações intermédias de gravidade (as situações de verdadeira emergência não terem aqui alteração), numa melhor organização dos serviços de urgência e em menores custos para o Serviço Nacional de Saúde.

Dois aspectos adicionais que será interessante ver, no prazo de 6 meses a um ano, como evoluem são:

a) quais o grau de referenciação para as urgências hospitalares e o grau de resolução nos cuidados de saúde primários? (se houver um maior afluxo de doentes aos cuidados de saúde primários em consultas não programadas, a resposta é tratar ou remeter para o hospital?)

b) será que os cidadãos vão “aprender” a usar o algoritmo de decisão da Linha Saúde24 indicando sintomas que levam a uma referência para o hospital, e com isso utilizam a chamada apenas com o intuito de ganhar tempo no atendimento da urgência hospitalar?

 

 

Autor: Pedro Pita Barros

Professor de Economia da Universidade Nova de Lisboa

4 thoughts on “Acesso e contacto com o SNS

  1. A meu ver a base do sns não deve ser a Saúde 24 mas o Médico de Família
    Isto implica que deve haver uma acessibilidade total ao MF. Quer por via telefónica quer a consulta não programada no próprio dia. E uma consulta programada não deve ter uma espera superior a 5 dias.

    A noção de facilidade do acesso diminui a procura

    Neste momento a minha agenda para daqui a três dias úteis está praticamente vazia. E daí para frente está vazia

    Ao longo do dia, trabalho de manhã e de tarde, entre cada três consultas programadas deixo vagas para 2 consultas não programadas de forma poder ir encaixando a procura ao longo do dia. Atendo todos os telefonemas.

    Trabalho numa USF Modelo B em Benfica

    Porque não nos vem visitar?

    António Alvim

    Gostar

  2. Caro António,
    A disponibilidade do médico de família seria provavelmente o ideal, mas ainda assim algumas situações mais simples que sejam facilmente tipificadas poderão não precisar de esse contacto directo (sem prejuízo de qualquer contacto com o SNS dever ser transmitido ao médico de família). Ou até no futuro algum contacto via net ou aplicação no telemóvel pode dar uma primeira informação.

    E aceito o convite para visitar a USF modelo B😀, só temos que combinar.

    Gostar

Deixe um momento económico para discussão...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s